Aeroporto Tours - Vale do Loire

O Aeroporto de Tours-Val-de-Loire é um aeroporto doméstico e serve à cidade homónima, no departamento Indre-et-Loire, no centro da França. Ele está aberto ao tráfego doméstico e internacional, regular ou não. Em 2011, cerca de 125.000 passageiros utilizaram-no.

Atualmente em Tours-Val-de-Loire, há voos regulares para vários destinos, entre outros: Ajaccio (sazonal), Cabo Verde, Canárias, Chipre, Corfu, Dublin, Figari, Ibiza, Londres-Stansted, Manchester, Marselha, Porto, Roma, Southampton, Split e Veneza, onde há outras ligações possíveis.
  • URL: Tours - Vale do Loire (TUF)
  • Fuso horário: GMT 1
  • Serviço telefónico: +33 (0) 2 47 49 37 00
  • Morada/Endereço: Aéroport de Tours - Val-de-Loire, 40, rue de l?aéroport, 37100 Tours, France
  • Administração: SEMAVAL (Société Anonyme d'Economie Mixte Locale)
  • Estacionamento: Sim. Sem cobrança de taxas. Há um parque de estacionamento com 220 lugares destinados à breves e longas permanências.
  • Cidades próximas: Tours (6 km), Le Mans (74 km), Angers (96 km)
  • Transportes: O aeroporto encontra-se a cerca de 5 km ao nordeste do centro de Tours, sendo acessível pela saída 20 da autoestrada A10/E5, em direção à Tours.
  • Estações de comboios: O passageiro deverá ir até à estação ferroviária de Tours «Gare de Tours», de onde partem regularmente os vaivéns/shuttlebus para o aeroporto, sempre a 90 minutos antes das partidas. O trajeto é percorrido em cerca de 20 minutos.
  • Distribuição de voos conforme os dias da semana: segunda-feira (0.00%), terça-feira (0.00%), quarta-feira (0.00%), quinta-feira (0.00%), sexta-feira (0.00%), sábado (100.00%), domingo (0.00%)
  • Outras denominações: Tours - St-Symphorien, St-Symphorien, Tours Loire Valley, Tors (França), Тур (Франция), Τουρ (Γαλλία), טור,עיר, جولات وفرنسا, تور,مدينة, تور,فرانسه, ტური (საფრანგეთი), ตูร์ (ประเทศฝรั่งเศส), トゥール (フランス), 투르 (프랑스), 图尔 (法国)

Localização
Este aeroporto encontra-se a cerca de 5 km ao nordeste do centro de Tours.

Para chegar em automóvel ao aeroporto, os motoristas / os passageiros deverão conduzir até à saída 20 da autoestrada A10, em direção à Tours. Alternativamente, os passageiros deverão conduzir pela autoestrada nacional RN 10, que leva ao aeroporto, onde há cerca de 220 vagas gratuitas à disposição.

Para chegar em comboio ao aeroporto, o passageiro deverá ir até à estação ferroviária de Tours «Gare de Tours», de onde partem os autocarros vaivém/shuttle para o aeroporto, sempre a cada 90 minutos antes de qualquer partida. O trajeto é percorrido em cerca de 20 minutos.

História
A criação do «Aeródromo de Tours - Saint Symphorien» remonta à década de 1930. Durante a Segunda Guerra Mundial, foi utilizado, inclusive por Winston Churchill, antes de ter sido destruído por bombas alemãs e britânicas. Depois da guerra, foi usado pela OTAN e pela Força Aérea dos Estados Unidos, antes de tornar-se uma base aérea francesa em 1952.

Em 1960, foi aberto a voos civis. A partir de 1968, oferece vários voos comerciais por meio da companhia aérea regional TAT. Até 2001, a TAT (depois Air Liberté) explora a linha Tours-Lyon initerruptamente e, sazonalmente, Tours-Londres. A TAT também procura expandir sua oferta com linhas para Clermont-Ferrand, Londres, Toulouse e Milão, mas sem muito sucesso. A empresa continua sendo a única operadora no aeroporto. O número de passageiros ali atendidos varia bastante, mas sua média mantém-se constante, em 15.000.

A TAT, tal como a maioria das companhias aéreas regionais francesas, sofreu com o declínio do número de passageiros. Em 1993, é vendida à British Airways. em 1997, a TAT fundiu-se com a Air Liberté, que continuou mantendo suas linhgas entre Tours e Londres, via Poitiers.

Mas como esse intento não resulta, a British Airways decide vender a Air Liberté à Swissair, que em sua fome incontrolável de adquirir companhias aéreas regionais francesas, funde a Air Liberté com a AOM e a Air Littoral, em 2001. No entanto, a Air Liberté não levanta voo, vista a péssima situação financeira. Enfim, a Air Liberté declara sua falência.

O desaparecimento da Air Liberté importa em um retrocesso da exploração comercial de Tours. Entretanto, a revolução low cost iria mostrar o contrário aos que achavam que o Aeroporto de Tours não tinha futuro. Em 10 anos, Tours tornou-se o maior aeroporto do Centro-Oeste da França.